A hipertensão e a gestão de estimulantes

Não se preocupe. Não tem de desistir de todos os estimulantes se sofrer de hipertensão. Não há nada a opor a um consumo moderado de café (até 3 chávenas por dia) e ocasionalmente um copo de vinho. No entanto, deve deixar de fumar completamente.

 

Álcool

O álcool sempre foi um dos estimulantes favoritos e socialmente aceites. Não há nada a opor a um consumo de álcool moderado. Muito álcool, no entanto, é prejudicial à saúde. Danifica o sistema nervoso, incluindo o fígado, todo o metabolismo, e pode gerar hipertensão grave. Além disso, o álcool tem muitas calorias (7Kcal/g) o que favorece a obesidade. Se toma medicação anti-hipertensiva, o álcool pode levar rapidamente à fadiga, o que pode afetar gravemente a segurança rodoviária.

 

Nicotina

Todos conhecemos os perigos para a saúde causados por fumar. Os hipertensos que fumam estão particularmente em risco. Tem o dobro do risco de sofrer um enfarte do miocárdio do que os hipertensos não fumadores. Cada cigarro contrai os vasos sanguíneos, aumenta a tensão arterial e contribui para a calcificação vascular. Não basta fumar menos. A única maneira é deixar de fumar completamente

Quais os benefícios de deixar de fumar?

 

Chá e café

Contrariamente às crenças populares, o consumo moderado de café (máximo 3 chávenas por dia) não leva à hipertensão. Depois de beber uma chávena de café, isso pode de facto levar a um ligeiro aumento da pressão arterial. No entanto, não é duradouro e é seguro. Pessoas com tensão arterial muito elevada devem beber café com cautela. Não há nenhuma objeção ao consumo de chá preto.

A hipertensão e a nutrição