Possíveis lesões no cérebro causadas pela hipertensão

A hipertensão não tratada pode causar lesões cerebrais.

A hipertensão é o fator de risco mais importante para os ataques cardíacos. Comparando com pessoas com tensão arterial normal, o risco de ter um ataque aumenta 3-4 vezes para os pacientes com tensão arterial alta. 80% dos ataques devem-se a uma oclusão da veia, 20% em hemorragia cerebral. Em cerca de um terço dos casos, a perigosa oclusão de uma artéria cerebral ocorre devido a um coágulo de sangue que rebenta a parede calcificada da artéria no interior de uma artéria carótida ou na aorta.

Em particular, as artérias cerebrais do pescoço (macroangiopatia) são alteradas pela hipertensão em termos de arteriosclerose. Oclusões ou estenose grave em hipertensos podem também ocorrer nas veias cerebrais maiores e causar um AVC.
No cérebro, um fluxo sanguíneo insuficiente pode também afetar as pequenas veias, até às suas finas veias (microangiopatia). Desenvolve-se um insuficiente fornecimento de oxigénio e nutrientes. Como consequência, o desempenho do cérebro fica afetado, p. ex. observa-se uma prematura deterioração mental (demência vascular).

Consequências da hipertensão