Possíveis lesões nos rins causadas pela hipertensão

A hipertensão não tratada pode causar lesões renais.

As alterações causadas pela hipertensão e pela arteriosclerose são especialmente perigosas para as veias mais pequenas dos rins, que representam parte do seu sistema de filtração (nefroesclerose). Se a diabetes se junta à hipertensão, os rins ficam em risco. Em caso de lesões renais, a regulação do equilíbrio dos fluídos é comprometida e os resíduos metabólicos acumulam-se no organismo. Isto é conhecido como insuficiência renal. Além disso, devido às lesões no sistema de filtragem, os rins deixam de conservar substâncias, como por exemplo certas proteínas (albumina), que também são importantes para o corpo. Consequentemente, elas são cada vez mais excretadas através da urina (microalbumuria e/ou macroalbuminuria/proteinuria).

A deterioração do fluxo sanguíneo renal não só prejudica a função excretória dos rins, mas também ativa a tensão arterial, a regulação (hipertensos) do sistema hormonal nos tecidos dos rins, o sistema renina-angiotensina-aldosterona que, por sua vez, leva a um aumento da tensão arterial. Não tratadas, estas alterações podem conduzir a insuficiência renal crónica e mesmo falha renal.

Consequências da hipertensão